CORAÇÃO

Resumo: A busca do significado do coração foi despertada pela grande casuística de doenças cardiovasculares as quais não podem ser reduzidas ao plano orgânico materialista devido às inúmeras inter-relações psicossomáticas deste órgão. Seu simbolismo é tão rico que remonta à época das cavernas onde um primitivo desenho de mamute já mostra no seu centro um desenho deste órgão. Observando o coração como um órgão psicossomático, nesta pesquisa são descritos seus vários significados a partir da sua etimologia e estudo de mitos e simbolismo em diferentes culturas. Uma amplificação levantou as seguintes categorias: 1) O coração no altar dos deuses; 2) Elegias para acalmar o coração; 3) O  coração em julgamento; 4) O lugar secreto; 5) O lugar do som universal; 6) Coração fechado; 7) O coração circuncisado; 8) O Sagrado Coração. A pesquisa termina com uma leitura analítica da importância do coração no desenvolvimento psicológico.

Maiores informações: deniseramos@uol.com.br

“Sandplay: A Metrod for Data Analysis”

Sinopse: The psychotherapeutic technique of the Sandplay has been increasingly used due to the excellent results obtained in the treatment of different pathologies. Nevertheless, due to the predominant use among Jungian clinicians of qualitative analysis, the results are restricted to the description and interpretation of scenes, without an analysis that allows generalization and comparison of results. It is necessary to develop a qualitative-quantitative method so that it is possible to compute the results obtained by different therapists, within a homogeneous patterns in different casuistic.

This study aims the construction of a method to analyze the results of the therapeutic data of the Sandplay. The objective is to develop a method that allows the standardization of data from the pictures and verbal expressions used by the patients while working in the sandplay, as well as qualitative and quantitative analysis in order to enable the comparison of data among several patients.

We will use, as an example, the data from three male patients between 6 and 8 years old, suffering with obsessive compulsive disorder (OCD). ( Matta, 2006).

Download the full article here.